Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Night Shifts IV - The Cure

É inevitável...acabo sempre perdendo horas vendo as raridades do Youtube. E os The Cure têm sido de facto "um mimo" para este capitão romance das horas perdidas de sono entre as semanas de trabalho. São muitas horas de sono a menos. São...mas vale a pena. E o Robert Smith parece-me irremediavelmente cool no TOTP. A década de 80 também pertencia-lhe e provavelmente ele nem o sabia e é aí que residirá muito do seu charme neste vídeo. 




sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Spacemen 3 birthday party


Podiam chamar-se Spacemen 3 mas a verdade é que eram 2 os principais mentores da banda.Peter Kember e Jason Pierce para além da particularidade de terem tocado durante vários anos na mesma banda,de terem nascido e crescido na mesma cidade, nasceram também no mesmo dia.Hoje ambos completam 50 anos. O choque entre egos a determinada altura das suas carreiras fez-lhes tomar rumos distintos.Um talvez mais comercial que o outro, uns mais apreciados por uns ou por outros, indiferente a tudo isso pessoalmente não consigo ter preferência por nenhum dos dois, creio ser consoante o "estado de espírito" digamos assim.(Um mais alucinatório e experimental, outro mais gospel e espiritual...ambos geniais).Curiosamente o aniversário do Neil Young também foi à uns dias atrás.Os astros deviam estar inspirados nesta altura do ano.





quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Álbuns que mudaram o mundo V - Methodrone (1995)

Facto. O Methodrone é um dos melhores álbuns de Shoegaze de sempre. Apresento as minhas devidas desculpas à Rachel Goswell e ao Kevin Shields se for preciso mas para mim será mesmo o melhor.






terça-feira, 17 de novembro de 2015

Recomendação cinematográfica XIII - Smultronstället (1957) Ingmar Bergman

O mais surrealista de todos os filmes do Bergman e talvez por isso mesmo o meu preferido.




domingo, 15 de novembro de 2015

Velvet Underground in Bataclan 1972


Porra, mas quem é que é a aberração que desata aos tiros no meio de um concerto de Rock n Roll ?! Num meio de um evento que se quer apenas de convívio e celebração de vida…quem me conhecer minimamente saberá certamente o quanto esta merda mexeu comigo…desde estupidificação, a sensação de impotência, náuseas até à revolta e ódio à medida que ia tentando descobrir o que raio se tinha passado e ia vendo os comentários mais absurdos quer no Facebook, quer nos blocos noticiosos. E como sempre acabei por assistir às maiores barbaridades e acabei por nem sair de casa este fim-de-semana. Mas agora não vejo a hora de ir ao próximo concerto e celebrar em grande…não em nome de nenhuma “guerra santa” ou de algum “deus-dinheiro” mas apenas e só porque eles não merecem outra consideração.





quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Night Shifts III - The Vacant Lots








Na pole position dos concertos que já vi este ano estarão sem duvida os The Vacant Lots(em Lisboa) os One Unique Signal e os Dead Ghosts( os concertos que mais terei curtido no único dia que fui ao Reverence este ano.) No post anterior esqueci-me de referir os Gories ( de Detroit) que fui ver num fim-de-semana a Sevilla na agradável companhia de um casal bem porreiro que ainda conheci em Faro, ele alentejano de Aljustrel e ela uma antiga estudante Erasmus da Eslováquia que acabou por ficar-se pelo nosso pais. Fornecendo a boleia, foram sem duvida a melhor companhia para a ocasião.

terça-feira, 3 de novembro de 2015

Álbuns que mudaram o mundo IV - Just Another Diamond Day (1970)







Os tempos são claramente de dificuldades.E nestes tempos ver um concerto tornou-se quase um luxo.Assim de repente apercebo-me que quase não fui ver concertos nenhuns neste ano de 2015.Tirando uma viagem de 1200 kms para num dia revisitar a bela cidade do Porto e rever os The Underground Youth,tirando o Reverence Valada, os The Vacant Lots e os 10 000 Russos no Sabotage em Lisboa e eis que não fui ver praticamente mais nenhum concerto este ano.Quase impensável para quem ia ver quase sempre um ou dois concerto por mês a Lisboa.Quase impensável perder a Patti Smith nas duas vezes que ela cá veio este ano,perder os Spiritualized no Primavera Sounds, o Sonic Boom em Braga logo no inicio do ano,o Indouro Fest etc…e em pleno dia de aniversário tinha a Vashti Bunyan no Maria Matos em Lisboa.Não fui..tenho que me redimir para o ano em grande.Ir ver os BJM e JAMC ao Cosmosis Fest em Manchester seria sem dúvida uma boa forma de o fazer…parece-me quase impossível mas veremos.