Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Janela com vista para o mar


                                        * Salvador Dali


 Estavas órfã de mim
e eu sedento de ti
na permuta dos desejos
encostaste a tua boca na minha
a respiração sustida,
és a cara de anjo amuada
no close-up do teu flanco.

"I lit my purest candle, 
close to my window..."


Por detrás da cortina
indiscretamente, 
num olhar visionário
trocando por fim palavras
no silêncio de todas as nossas ilusões.

Tim Buckley - o nigger ausente.

escuto-te perante toda 
a cinemática paisagem 
do amanhã
na hora de acordar
para de novo adormecer
os nossos sentidos.
Abraçando contigo  
toda a opulência da vida
rogaremos aos paxás
por novos dias 
e novos horizontes.




Sem comentários:

Enviar um comentário