Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Diários de Bordo XVII - A estranha cabeça relicário

Grande parte da minha família é oriunda de Casével, uma pequena vila do concelho de Castro Verde. Em Casével outrora foi encontrada uma cabeça relicário que se supõe, terá sido trazida pela neta de um imperador grego. Comprovou-se que no seu interior possuía um crânio humano que, segundo as crendices populares, pertencia ao mártir São Fabião e teria poderes para curar as doenças do gado. 





Sem comentários:

Enviar um comentário